Prefeitura de Belém abre programação pelo Dia Internacional dos Povos Indígenas nesta terça-feira, 9

Prefeitura de Belém abre programação pelo Dia Internacional dos Povos Indígenas nesta terça-feira, 9

A Prefeitura Municipal de Belém, por meio da Coordenadoria Antiracista (Coant), em parceria com a Secretaria do Meio Ambiente (Semma), realiza a Semana do Mairí dos Povos Indígenas. De terça-feira a sábado, dias 9, 10, 11, 12 e 13 de agosto, são realizadas na capital paraense, palestras, rodas de conversas, intervenções culturais, oficinas e uma ecofeira, com a participação de líderes, ativistas e artistas indígenas.   

A programação é aberta para o público geral e conta com palestras sobre diversas temáticas pertinentes à resistência e identidade indígena, como sua relação com o território urbano e sua luta por direitos, além de suas produções artísticas e culturais, com a recitação de poemas e mostra de cinema indígena. 

A Coant idealizou o evento com o objetivo de ressaltar a importância do dia 9 de julho, em que é comemorado o Dia Internacional dos Povos Indígenas, estabelecido em 1995 pela Organização das Nações Unidas (ONU), para afirmar e reconhecer a história e a luta de povos indígenas do mundo inteiro. 

Programação da Semana do Mairí dos Povos Indígenas:

Terça-feira, 9 de agosto
Local: Memorial dos Povos Indígenas, no Ver-o-Rio
17h – Interferência Poética – Recitação de poemas
19h – Palestra: AIC – Arte Indígena Contemporânea para segurar o céu.

Quarta-feira, 10 de agosto
Local: Auditório do Ministério Público do Estado
9h às 16h – Palestras. 

Quinta-feira, 11 de agosto
Local: Auditório do Ministério Público do Estado
15h às 17h – Mesa-redonda: “Guerreiros (as) digitais: Comunicação visual indígena”.

Sexta-feira, 12 de agosto
Local: Auditório do Ministério Público do Estado
14h às 18h – Mesa-redonda e palestras.

Local: Memorial dos Povos Indígenas, no Ver-o-Rio
16h às 20h – Ecofeira do artesanato indígena
19h às 21h – Mostra de cinema indígena.

Sábado, 13 de agosto
Local: Memorial dos Povos Indígenas, no Ver-o-Rio
8h – Oficina: Jogos lúdicos e narrativas originárias: diálogos para o fortalecimento da identidade amazônica
9h – Apresentação cultural povo Warao
16h às 20h – Ecofeira do artesanato indígena.

*Júlia Mota, estagiária supervisionada pela jornalista Cleide Magalhães. 

Texto:

Julia Mota